Translate

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Quem Nasceu?



À quem chamar:

Jeová Rapha - O Senhor que sara Êxodo 15:26.

Ha El - Salmos 77:13 Deus que planeja e fez um plano para Você antes mesmo que nascesse Salmos 139:16


Yeshua (salvação) / Yeshua HaMashiah (Jesus O Enviado) João 3:16


Jeová Eloai ( O Senhor meu Deus) Josué 7: 7-8


El Eloe Israel ( O Deus Pessoal de Israel) Gêneses 33:18-20


El Eliom - Deus Altíssimo


Elohim - Deus vivo, Deus Criador( Gêneses 2:4)


Jeová Elohenu O Senhor Nosso Deus) Deuteronômio 2 : 33,36


Jeová Rohi - Senhor meu Pastor Salmos 23:1


Emanuel - que significa Deus conosco ( Isaias 7:14, Mateus 1:23)


Jeová Shamma - Deus presente


Jeová- Kainna - O Senhor Zeloso


Jeová Shalom - O Senhor é Paz. Juizes 6:24.


Jeová Nissi - Minha Bandeira Êxodo 17:15.


Jeová Jiré - O Senhor que provê Gêneses 22:8


El Olam - Deus da Eternidade, Deus do Universo. Gêneses 21:33.


Jeová Elohim Sabaoth - Senhor Deus dos Exércitos. Jeremias 11:20 


Jeová Tsidkenu - Nossa Justiça Jeremias 23:6.


Tsaddia – Justo. Salmos 7:9


El Roi - Deus que vê. Geneses 16:13 .


El Shaddai -. Deus todo Poderoso Geneses 17:1


Eyaluth - Força (Salmos 22:29)


Gaal - Redentor (Jó:19:25)



Aba – Pai. Salmos 89:26



Maor - Doador da luz ( Genesis 1:16)


Adonai.Que significa Senhor Hashem que significa O Nome


Hakadosh BarukHu = O Santo Bendito Seja


Ribono Shel Olam = Senhor do Universo


Kadosh - O Santo de Israel


Kadesh significa sagrado


Shaphar - Juiz, Genesis 18:25.


Yasha - Senhor Salvador (Is 43:3)


Palar - Senhor Libertador (Salmo 18:2).


Magen - Senhor nosso escudo (Salmo 3:3).

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

FOGO SANTO


FOGO SANTO

O Fogo arde : Os três tipos de Fogo do altar do Senhor. mas querem colocar mais um . O FOGO DE PALHA

Fogo nos dá algo tremendo na palavra de Deus , a manifestação viva de Deus conosco “ 421 referências sobre a palavra fogo “
31 referências só no livro de levítico o fogo simboliza a presença de Deus


A) Foi em uma coluna de fogo que Deus ia diante do povo de Israel no frio do deserto
Foi com fogo que Deus destruiu a cidade de Sodoma e Gomorra
C) Foi com fogo que Deus utilizou Sansão para pegar as raposas e incendiar a seara dos filisteus
D) Foi com fogo que Elias destruiu seus inimigos que queriam o matar
E) Foi com tochas de fogo que Gideão derrotou o exército dos midianitas
F) Foi com Fogo que Deus recebeu o holocausto no monte carmelo , e derrotou os profetas de Baal
G) Foi com Fogo que Deus batizou os discipulos no dia de pentecoste, e as nações reberam o fogo
H) E vai ser com fogo que Deus vai trazer juízo a essa terra pois ele é um fogo consumidor , isso representa o fogo do Senhor

E a palavra do Senhor diz que o fogo arderá continuamente , Deus quer fazer ela arder na sua vida mais e mais

Por outro lado Altar significa vide o sermão " Quando o altar está quebrado " ) do mesmo autor - Altar - lugar de encontro com Deus , a bíblias menciona 322 referências sobre a palavra altar , o altar era o ponto culminante de encontro com Jeová . Altar fala de entrega total , como está seu altar diante do Senhor Deus ?


A) Abel tinha um altar diante de Deus
Noé tinha um altar diante de Deus
C) Abraão tinha um altar diante de Deus
D) Jacó tinha um altar diante de Deus
E) Moisés tinha um altar diante de Deus
F) Josué tinha um altar diante de Deus
G) Arão tinha um altar diante de Deus
H) Gideão tinha um altar diante de Deus
I) Samuel tinha um altar
J) Davi tinha um altar
K) Salomão tinha um altar
L) Zorobabel , Esdras , Neemias

Altar fala de concerto
Altar fala de sacrifício
Altar fala de Fogo e é sobre o fogo do altar que estamos falando


A Biblia fala que do altar do Senhor vem o fogo. O profeta Isaías recebeu brasa do altar de Deus , Ezequiel viu as brasa serem espalhadas na cidade ,do trono de Deus, João na revelação do Apocalipse viu o anjo espalhar fogo Ap 8 .5 e o anjo tomou o incensário, e o encheu do fogo do altar, e o lançou sobre a terra; e houve depois vozes, e trovões, e relâmpagos, e terremotos.

Vamos falar sobre os 3 Tipos de fogo do altar do Senhor

Deus quer manda r esse fogo para nós vai agora ajeitando, arrumando, concertando seu altar pois Deus há de se manisfestar com poder na sua vida

FOGO DE BENÇÃO.

1) FOGO PURIFICADOR – É o fogo que prova a joia preciosa , e Deus está tirando as sua impurezas pois ele quer que voce seja um vaso de ouro e prata , não de pau , madeira , de palha , mas sim de ouro e prata para ser usado nas mãos dele. Esse fogo tocou em Isaías também e ele recebeu a confirmação da sua chamada profética , Deus hoje quer te purificar , com fogo purificador , te deixar branco de glória .

2) FOGO CONSUMIDOR- É o fogo que consome , onde vai destroi , devasta , arrasa , mas esse fogo na vida do crente não consome , por causa da misericórdia de Deus , e por isso que eu e voce não somos consumidos . Mas esse fogo como eu disse ele quer destruir as doenças , as enfermidades os problemas , as angústias , a tristeza , a depressão ,os seus inimigos , os demonios que lutam contra tua vida, Deus já está mandando fogo e eles vão cair por terra.

3) FOGO DO AVIVAMENTO – fogo que aviva a sua obra , o Profeta Habacuque , queria esse fogo , o profeta Joel profetizou , em Pentecoste eles receberam , e hoje não é diferente , a não ser que voce não quer , saia da frieza espiritual , crente laudicéia , crente consul ,crente iceberg e entra no fogo , Deus quer nos avivar , Deus quer capacitar voce com poder e fogo do Espírito Santo , e derramar nas nossas vidas , voce quer , então prepara pois Deus vai mandar do céu, Jesus disse Eu vim mandar fogo sobre a Terra.



FAZ UM ESTRAGO ENORME E LOGO SE APAGA
4) FOGO DE PALHA . -fogo que cresce muito rapido , mas logo se apaga.

O “fogo de palha” toma decisões por impulso, por favorecimento imediato, movido por alguma circunstancia ou para agradar outras pessoas, mas que na realidade não era a quilo que ele queria.
Temos que ser pessoas decisivas e firmadas em realidades, não em aparentes ilusões que só nos levam à lugares inseguros ou a um final derrotado e de tristeza, chamados de caminhos de morte, veja o que a Bíblia diz: “Há caminho que parece direito ao homem, mas afinal são caminhos de morte.” Provérbios 16:25. O “fogo de palha”não toma decisões sábias e concretas vindas da parte de Deus, mas, toma segundo a sua própria imaginação, voltada para sua satisfação própria e egoísta. O que mais caracteriza o “Fogo de Palha” é que ele não tem paciência, tem uma mente curta, como podemos comparar à mentalidade da galinha, somente enxerga o que momento, ou seja, não tem sonhos quanto ao futuro, vive somente o presente.
Creio que agora mesmo esta pensando em alguns fogos de palha que surgiram e já acabaram , ou melhor apagaram .


05) FOGO ESTRANHO . fogo desconhecido , fogo que é banido por DEUS.

“Ora, Nadabe, e Abiú, filhos de Arão, tomaram cada um o seu incensário e, pondo neles fogo e sobre ele deitando incenso, ofereceram fogo estranho perante o Senhor, o que ele não lhes ordenara. Então saiu fogo de diante do Senhor, e os devorou; e morreram perante o Senhor.” Números 10:1,2

O Senhor escolheu um pai e seus filhos para serem sacerdotes em Seu tabernáculo. Disse-lhes o que deveriam fazer, qual era a tarefa de cada um, como deveriam estar vestidos, como deveriam apresentar as ofertas e sacrifício no altar do Senhor.

Deus fez mais ou menos como sua mãe faz em casa, distribuindo as tarefas que cada um deve fazer como quem vai lavar a louça ou quem vai levar o lixo, ou ainda quem vai varrer o quintal.

De repente, dois dos filhos de Arão, Nadabe e Abiú resolveram fazer algo que Deus não os havia mandado fazer. Tomaram seus incensários e colocaram fogo neles.

Antes de continuarmos, vamos ver se você sabe o que é um incensário. É uma vasilha onde se coloca essência aromática ou óleo perfumado e se coloca fogo para que a fumaça perfumada se espalhe no lugar onde é colocado.

Muito bem, agora que você entendeu isso, vamos ver o que aconteceu.

Por fazerem algo contrário àquilo que o Senhor lhes havia mandado fazer, saiu fogo de diante do Senhor e os consumiu. Nadabe e Abiú morreram queimados pelo fogo do Senhor, por terem trazido fogo estranho ao Seu altar.

Agora vamos tentar entender o que é um fogo estranho para Deus. É tudo aquilo que está fora dos princípios que Ele nos deu. Quando assistimos a filmes de bruxaria, feitiçaria, violência, e depois subimos no altar do Senhor para tocar, cantar, dançar ou ministrar, estamos trazendo ao altar do Senhor fogo estranho. Não estamos em santidade como o Senhor ensinou. Quando nos contaminamos com as piadas indecentes dos nossos colegas, as fofocas, as novelas, e vamos à presença do Senhor, estamos cheios de fogo estranho em nossa alma, entendeu?

O que aconteceu com os filhos de Arão? Foram mortos!

E o que acontece conosco?

Provavelmente você está pensando: Ah! Mas hoje ninguém morre mais porque desobedeceu a Deus. Será mesmo?

Hoje podemos até não ver morte física, mas quantos problemas vêm por desobediência aos princípios de Deus. Quantos jovens morrem no trânsito por desobedecerem à ordem de não andar em alta velocidade; quantas pessoas morrem de câncer por causa de cigarro; quantas crianças estão nas ruas cheirando cola ou usando outros tipos de droga por causa de colegas que os levaram para esse mau caminho. E tantas outras situações que você vê diariamente na sua rua ou na televisão.

Deus mandou que se fizesse uma faixa e nela escrevesse “Santo ao Senhor” (Êxodo 39:30) e colocassem na testa de Arão e seus filhos, como uma forma de eles lembrarem sempre que não poderiam estar na presença do Senhor se não estivessem em santidade.

Quem está em santidade está em obediência aos princípios do Senhor não apresenta fogo estranho diante dEle.

Hoje não tem faixa amarrada na testa para nos lembrarmos que o Senhor nos quer santos diante dEle, mas temos o Espírito Santo que nos ensina, nos corrige e nos lembra de quem nós somos para o Senhor.

Seja santo! Não leve fogo estranho ao altar de Deus

ESCATOLOGIA


Protestantismo


A Linha escatológica protestante é a única confirmada e é muito debatida. É feita por teólogos protestantes e seus detalhes são minunciosos.


Segue-se aqui a linha escatológica segundo o protestantismo: APOCALIPSE: >Arrebatamento: Consiste no "rapto" dos escolhidos aos céus, sendo assim protegidos da Ira Divina denominada Grande Tribulação (Alguns protestantes não acreditam no arrebatamento ou dizem que ele acontecerá no meio da Grande Tribulação, i.e.:Pré-tribulacionismo, Med-Tribulacionismo e Pós-Tribulacionismo).


>Grande Tribulação: Ira Divina sendo derramada sobre os habitantes da terra. Também é conhecida como a Última semana de Anos (ou sabática) prevista pelo profeta Daniel (Dn 9:26b-27).


>>Primeira parte da Grande Tribulação: Época do mistério do desaparecimento da Igreja. Aparecimento do Anticristo para enganar Israel e o mundo. Período de falsa paz.


>>Segunda parte da Grande Tribulação: Calamidades sobrenaturais começam a atingir toda a terra. >>>Trombetas: Juízos parciais de Deus sobre a terra:


>>>>1ª trombeta: Saraiva de sangue e fogo caem sobre a terra


>>>>2ª trombeta: Grande meteoro cai no mar e destrói 1/3 da vida marítima


>>>>3ª trombeta: Grande estrela cai do céu e envenena as águas. Muitos homens morrem envenenados


>>>>4ª trombeta: O Sol, a Lua e as estrelas perdem 1/3 do seu brilho


>>>>5ª trombeta (equivalente ao primeiro Ai): A porta do Inferno se abre e garfanhotos endemoninhados ferem os homens por 5 meses. A morte é tirada da terra


Obs: Ais são as últimas e piores trombetas.


>>>>6ª trombeta (equivale ao segundo Ai): 200 milhões de Demonios matam 1/3 da população.


>>>>7ª trombeta (equivale ao terceiro Ai): Engloba as Taças da ira divina sobre a terra


>>>Taças da ira de Deus: São os juízos mais graves lançados sobre a terra.


>>>>1ª taça: Ferida feia e dolorosa sobre os adoradores do Anticristo


>>>>2ª taça: Mar se torna em sangue


>>>>3ª taça: Rios se tornam em sangue



>>>>4ª taça: Calor imenso sobre os homens da terra


>>>>5ª taça: Horror, escuridão e dor intensa sobre o reino do anticristo.


>>>>6ª taça: A seca do Rio Eufrates. A preparação da Batalha do Armagedom


>>>>7ª taça: Terremotos, relâmpagos, trovoadas e chuvas de pedras (de 40 kg até 72 kg).


>>Batalha do Armagedom: Anticristo tenta destruir Israel e cerca-o. Jesus aparece e destrói todo o exército do Anticristo e do 

Falso Profeta, que são lançados no Inferno. Satanás é preso

>Milênio: Jesus reina. Israel é purificada e remida. Todo o planeta vive em paz. A Nova Jerusalém paira sobre a Jerusalém terrestre.


>>Termino dos mil anos: Satanás é solto e engana a terra, cria um exército e tenta destruir Jerusalém. Mas fogo cai do céu e o devora.


>Juízo final: Todos os pecadores (incluindo os anjos caídos) vão ao juízo para verem seus pecados. Os julgados, a morte, o inferno e Satanás são jogados no Lago de fogo e serão destruídos.


>Eternidade: Novos céus e terra. A criação vive agora em comunhão com o criador eternamente.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

A Família

Por que Deus prioriza o homem na família e no ministério?

Um grande amigo meu publicou um artigo “antipático”, recentemente, contrário ao ministério pastoral feminino. Ao acompanhar as discussões em seu blog e nas redes sociais, verifiquei que algumas irmãs ficaram furiosas com o seu texto. Uma delas afirmou: “As doutrinas são dos homens. Os dons vêm de Deus”. Creio que muitos irmãos (mulheres e homens) ainda não aprenderam que Deus adotou o princípio da prioridade, quando deu ao homem a incumbência de liderar a família e o ministério.

Mulheres podem pregar o Evangelho, orar pelos enfermos e desempenhar todas as tarefas de um seguidor de Jesus? Sim. Elas fazem parte da Grande Comissão? Sim. São cooperadoras de Deus? Sim. Então, por que não poderiam ser pastoras? Como sou homem, talvez a minha resposta a essa pergunta soe como machista. Por outro lado, quando mulheres defendem pontos de vista contrários ao machismo, alguns homens ficam com a impressão de que elas são feministas. Como resolver esse difícil impasse?

Homens e mulheres precisam entender que, independentemente das circunstâncias, a Bíblia sempre será a inerrante e infalível Palavra de Deus. Mulheres e homens não devem “legislar” em causa própria, e sim aceitar o que a Palavra do Senhor assevera acerca da priorização e da hierarquização estabelecidas pelo Senhor na família e no ministério.

Alguém dirá: “Deus não faz acepção de pessoas. Somos todos iguais. A Igreja não é como as forças armadas. Não existe hierarquia no meio do povo de Deus. Homens e mulheres podem ser pastores”. Quem diz que Deus não hierarquiza e prioriza deveria estudar passagens como Gênesis 1; Números 2; Atos 15.6,22; 1 Coríntios 12.28,29; 15.23; 1 Tessalonicenses 4.16,17; 5.23, etc. Observe especialmente os termos “primeiramente”, “em segundo lugar”, “em terceiro lugar”, “depois”, etc.

Em Isaías 43.7 está escrito: “a todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória; eu os formei, sim, eu os fiz”. O ser humano não foi apenas criado por Deus. Ele foi criado, formado e feito para a glória do Senhor. Um edifício, antes de ser formado e feito, é criado pelo arquiteto, que faz, antes da construção, o croquis, o projeto, etc. Formar é dar forma ao que foi previamente criado, concebido, projetado. A feitura, mencionada no texto bíblico, diz respeito ao acabamento da obra (cf. Gn 2.3).

Quem foi criado primeiro, o homem ou a mulher? Nenhum dos dois, pois ambos fizeram parte do projeto original de Deus. Na criação não houve priorização: “macho e fêmea os criou” (Gn 1.26). Quem foi formado primeiro? O homem. Segue-se que a priorização divina ocorreu na formação, e não na criação: “Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva” (1 Tm 2.13). Por que o Senhor não formou primeiro a mulher e, depois, tomou uma das costelas dela para formar o homem? Porque Ele é soberano e decidiu priorizar o homem (Gn 2.7,22).

No cristianismo genuíno não há espaço para machismo e feminismo, movimentos extremados que ignoram o princípio divino da prioridade. O primeiro adota o princípio da superioridade e considera a mulher inferior ao homem, enquanto o outro, adotando o mesmo princípio, demoniza o homem. No Corpo de Cristo, há lugar para ambos os sexos, desde que reconheçam, à luz das Escrituras, a sua posição.

Reconheço que muitos homens cristãos precisam reconsiderar a sua opinião acerca das mulheres, que, ao longo dos séculos, vêm sendo discriminadas, principalmente no meio religioso. Por que muitas irmãs em Cristo não aceitam a doutrina de Deus (e não de homens) quanto à submissão ao marido? Porque muitos esposos, autoritários, se consideram superiores às suas esposas e as desprezam.

Segundo a Bíblia, a relação entre homem e mulher deve ser, antes de tudo, de respeito mútuo (1 Co 7.3-5). Deus formou Eva a partir de uma das costelas de Adão (Gn 2.18-22) para demonstrar que a mulher não deve estar nem à frente nem atrás do homem, mas ao seu lado e de frente para ele, como adjutora e ajudadora, o que não denota inferioridade. Observe que Deus, infinitamente superior ao ser humano, é o nosso Ajudador (Hb 13.5,6).

Paulo compara a submissão da mulher à sujeição de Jesus (1 Co 11.3). Deus Filho e Deus Pai fazem parte da Trindade e são iguais em poder (Mt 28.19; Jo 10.30). Todavia, Cristo, por amor, e não por imposição do Pai, submete-se voluntariamente a Ele, recebendo dEle toda a honra (Fp 2.6-11). A Palavra do Senhor também afirma: “assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos” (Ef 5.24). E Cristo não obriga ninguém a obedecê-lo.


A Bíblia não abona o igualitarismo feminista, mas também não avaliza o machismo. O termo “vaso mais fraco” (1 Pe 3.7) não foi empregado como sinônimo de inferioridade. Ele denota que a mulher é mais frágil, mais sensível e, por isso, deve ser amada e honrada pelo marido (Ef 5.25-29). Repito: o princípio que Deus adotou foi o da prioridade, e não o da superioridade, visto que Ele não faz acepção de pessoas (At 10.34). E o princípio da prioridade também vale para o exercício do ministério.

Quem não aceita o princípio bíblico da prioridade abraçará, inevitavelmente, “doutrinas de homens”, como o igualitarismo feminista. Alguns teólogos, ao não encontrarem nas Escrituras passagens claras em defesa do ministério feminino, têm afirmado que Paulo era contrário às mulheres, em razão de sua formação farisaica. Isso não resiste a uma exegese, pois nenhum machista aconselharia os homens a amarem a sua própria mulher (Ef 5.25), tampouco teria tantas mulheres como cooperadoras (Rm 16). Ademais, esse apóstolo se declarou imitador de Cristo (1 Co 11.1).

Se Paulo era machista, o que dizer de Jesus, que escolheu doze homens para compor o ministério da igreja nascente? Ele teria se enganado? Ou o Mestre tinha algum vínculo com fariseus, saduceus ou quaisquer grupos machistas de sua época? A Bíblia diz claramente que o Senhor “chamou para si os que ele quis” (Mc 3.13). Por que Ele não quis chamar algumas mulheres para figurar entre os seus apóstolos? Por que não chamou seis casais, por exemplo?

Na escolha dos primeiros diáconos, que poderiam vir a ser presbíteros ou apóstolos, caso tivessem chamada de Deus para tal e servissem bem ao ministério (Hb 5.4; 1 Tm 3.13), os apóstolos disseram: “Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete varões” (At 6.3). No primeiro concílio, em 52 d.C., os rumos da igreja foram traçados por homens (At 15). Em Apocalipse 2 e 3, são mencionados os pastores (homens) das igrejas da Ásia.

Alguns teólogos dizem que Júnias (ou Júnia) era uma apóstola. Mas, pelo que tudo indica, ele (e não ela) era apenas um cooperador de Paulo. Mesmo que Júnias fosse uma mulher, o texto bíblico não confirma o seu apostolado, pois não era comum uma mulher ficar presa com homens: “Saudai a Andrônico e a Júnia, meus parentes e meus companheiros na prisão, os quais se distinguiram entre os apóstolos e que foram antes de mim em Cristo” (Rm 16.7). Distinguir-se entre os apóstolos não significa, necessariamente, exercer o apostolado. Marcos e Lucas, por exemplo, não eram apóstolos e se distinguiram, se notabilizaram, entre eles.

Nos tempos da igreja primitiva, as mulheres se ocupavam da oração (At 1.14) e do serviço assistencial (At 9.36-42; Rm 16.1,2). E algumas se notabilizaram como fiéis cooperadoras do apóstolo Paulo, como Febe, Priscila, Trifena, Trifosa, etc. (Rm 16), além de Lídia, a vendedora de púrpura (At 16.14). Não há nenhuma referência a mulheres exercendo atividades pastorais. Alguns defensores do pastorado feminino afirmam que Priscila era uma apóstola, mas, a despeito de ela ter sido citada com destaque (At 18.26), não há nenhuma referência que confirme seu apostolado.

“E as mulheres que estão no campo missionário dando a sua vida pela obra de Deus? Não podem elas exercer o pastorado?”, alguém perguntará. É claro que as regras têm as suas exceções. Mas não devemos nos valer destas para adotar condutas generalizantes, sem compromisso com as Escrituras, como o pensamento infundado de que todas as esposas ou filhos de pastores são automaticamente pastores.

Conquanto as mulheres sejam mencionadas com grande destaque nas páginas do Novo Testamento, aparecendo na linhagem e no ministério de Cristo (Mt 1.3,5,6,16; Lc 8.1-3), Deus priorizou os homens, em regra geral, no que tange ao pastorado e aos ministérios afins (Ef 4.8-11). Mas isso não significa que as mulheres não podem trabalhar para Deus.

Todos os salvos são cooperadores de Deus (1 Co 3.9). Mas precisamos aceitar a chamada soberana do Senhor para a nossa vida. Não devemos amoldar a Bíblia ao nosso modo de pensar nem às influências filosóficas prevalecentes no mundo. Por mais que nos sintamos contrariados, devemos renunciar o nosso eu (Lc 9.23), a fim de obedecermos à vontade de Deus, que é boa, agradável e perfeita (Rm 12.1,2).

Amém?

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

DÍZIMO


DÍZIMO

Ultimamente, o dízimo tem sido um assunto muito polêmico nas igrejas. Muitas discussões têm se levantado sobre dar o dízimo ou não. Na verdade, a expressão correta é entregar, devolver ao Senhor, pois tudo é Dele; somos apenas administradores, não temos nada sem que antes não tenha sido Dele. Ele é o Senhor.

Já li vários artigos na internet e tenho ficado horrorizada de como a falta de conhecimento tem feito o povo falar heresias terríveis. Tantas bobagens são ditas, e, uma delas, é de que Jesus aboliu a lei. Em Mat 5:17 Cristo fala que não veio abolir, ab-rogar a lei mais veio cumpri-la. Pessoas assim são dignas de pena e das nossas orações, com certeza são pessoas avarentas, amantes de si mesma e do dinheiro.

Tem um vídeo ridículo onde colocam o filme sobre a crucificação e o tema: "Depois que você ver isso nunca mais dará o dízimo". Pessoas que não tem o que fazer escrevem besteiras para enganar os faltos de entendimento. Alguns deles até tem um certo conhecimento da letra mais isso não é o suficiente, pois a letra mata e o espírito é o que vivifica.Temos que ter a unção que vem junto com a revelação do Espírito Santo.


Tudo sobre dízimos
A palavra dizimo significa décima parte. Alguns dizem: Onde está escrito que temos que dar 10%? Os dez por cento vêm da própria palavra com seu significado. Portanto temos de separar e devolver somente os 10% ao Senhor.

O dízimo e a lei de Moisés: Era um mandamento do próprio Deus para seu povo (lev 27:30).

O dízimo tinha alguns propósitos:
- Para sustentar os levitas, pois a tribo de Levi foi a única tribo que não recebeu herança (Nm 18:21-24)
- Para os estrangeiros, órfãos e viúvas, e os ministros (Dt 14:28 e 29). Era um mandamento (Lev 27:30)
- Para suprir a casa de Deus (Ml 3:10)
-O dízimo é do Senhor (Ml 3:8; Lv 27:30)

O dízimo era a oferta da colheita dos grãos, dos frutos das árvores e dos animais, pois essa era a agricultura de subsistência da época. Hoje a nossa forma de subsistência é o nosso salário, em espécie (dinheiro). Hoje, como iremos ofertar? Arroz, feijão, gado, galinha, hortelã, cominho, e etc. Se para obtermos tudo isso temos que ter o dinheiro?

O dízimo é bíblico, tanto para o antigo, como para o novo testamento.

Provo isto biblicamente. E não é pelo o que acho ou penso, mas pela revelação das Escrituras.

Vejamos:
Gn 14:20 diz que Abraão deu o dízimo de TUDO para Melquisedeque. De tudo o que Abrão tinha ele dizimou, portanto, se ele tinha ouro, prata, dinheiro, gado, ovelhas tudo ele dera a décima parte.

Quatrocentos anos antes da lei de Moisés exigir o dízimo, Abraão já o havia entregado. Sem que Melquisedeque pedisse, ele entregou voluntariamente, pois ele entendeu que isso agrada a Senhor. Temos que entregar o dízimo espontaneamente. Não por força nem por violência, não com pesar, nem com tristeza, não para aparecer para homens, como se fosse por obrigação.

Pois dessa forma não agrada ao Senhor, temos de entregar com entendimento do que estamos fazendo. Pois, "Deus ama o que dá com alegria".

Cristo é sacerdote eterno segundo a ordem de Melquisedeque (Sl 110:4). Melquisedeque tipificava Cristo na tipologia bíblica. Porque Abraão não entregou o dízimo a Faraó, ou até mesmo, ao rei de Sodoma? Porque o entregou a Melquisedeque? Para nos mostrar que hoje no tempo da graça o dízimo continua sendo recebido pelo Senhor, pois cristo é o nosso eterno sacerdote.

Observe que Melquisedeque não recusou o dízimo de Abraão. Onde foi que leram que isso era certo se a lei de Moisés ainda não existia? Que coisa fantástica! Antes da lei houve o primeiro dízimo, passou a lei e no tempo da graça o dízimo é valido porque Melquisedeque é um tipo de Cristo nosso eterno sacerdote.

Ao contrário do que muitos dizem o dízimo não foi instituído só por causa da tribo de Levi, mas muito antes disso, como vemos em Gn 14:20. Nós somos o Israel espiritual, somos descendentes de Abraão na fé, temos que andar nos passos da fé (Rm 4:12; Hb 7).

Ao lermos em Hebreus 7 fica claro que o sacerdócio levítico já passou e agora permanece o sacerdócio de Cristo, que é eterno segundo a ordem de Melquisedeque. Como Melquisedeque recebeu o dízimo de Abraão, hoje, no tempo da graça Cristo recebe e aprova o ato de entregar-mos o dízimo, como Melquisedeque não reprovou e aceitou, da mesma forma o nosso Senhor Jesus age sobre esse assunto.

Muitos dizem que quando Jesus disse está consumado aboliu toda a lei, inclusive o dízimo, isso não é verdade, quando ele bradou está consumado, ele quis dizer que cumpriu o seu propósito aqui na terra.

Somente quando se refere ao dízimo, é que Deus manda fazer prova Dele (Ml 3:10). Em nenhuma outra passagem Deus manda o povo o provar. Existe benção sem medidas extraordinárias para aqueles que entregam o dízimo ao Senhor.

- As janelas dos céus serão abertas (provisão divina em todas as áreas)
- O devorador será repreendido (tudo o que for teu será conservado pelo Senhor, e o devorador, Satanás será envergonhado)
- E todos nos chamarão benditos do Senhor.

Cristo ensinou a sobre o dízimo em Mat 23:23b "Fazei estas coisas e não omitir aquelas”. Fica claro que Jesus mandou dar o dízimo, “fazei estas coisas”.

Continuem entregando o dízimo, como vocês fazem, mas não deixem de omitir aquelas, pratiquem também o juízo, a misericórdia e a fé. Os fariseus queriam fazer tudo certo ao ponto de dar o dízimo das hortaliças mais baratas como: hortelã, endro, cominho e etc... mas eles esqueciam de obedecer a palavra em um todo, não praticavam a justiça, a fé, a misericordia, o amor. Temos que ser fiés em tudo.

Sabemos que o livro de Mateus foi direcionado ao povo judeu, porém em Lucas, que foi escrito direcionado aos gregos (gentios) Jesus repete a mesma coisa. Leia Lucas 11:42.

Se o ato de dar o dízimo fosse reprovado ou abolido pelo senhor Jesus, com certeza, nesta ocasião Ele teria dito. Ele poderia ter dito parem de dar o dízimo pois isso faz parte do passado, faz parte da lei de Moisés,agora estou aqui para cumprir a lei. Mas ao contrário, Ele disse: "fazei". Nas palavras de Jesus não há duvidas, quando o Mestre fala não se pode questionar. É ponto final.

Jesus disse que o operário é digno do seu salário (Mat 10:10). Aquele pastor que é fiel que dá a sua vida pelas ovelhas que prega a verdadeira palavra de Deus é digno de ser sustentado pela obra de Deus, e isso só é possivel com dízimos e ofertas. Quando os discipulos foi enviados Jesus não os mandou pedir nada a ninguém, mais mandou aceitar tudo que lhes fossem oferecido naquela casa, é diferente dos mercenários que querem arrancar o ultimo centavo do povo, para viverem regaladamente, Deus tá vendo tudo, a ele ninguem engana, tudo o que o homem semear certamente colheirá. Dízimos e ofertas são aprovados pelo Senhor, isto está bem claro na biblia o que fazem por ai pedindo o teu tudo, envelopes cheios de dinheiro, para comprar a "benção de Deus" isto é abominação ao Senhor.

Em João 8 existiam as mulheres que serviam a Jesus com os seus bens. É óbvio que o Senhor Jesus não veio a esta terra para falar sobre dinheiro e nunca pediu nada a ninguém.

É muito diferente do que vemos hoje em dia, mercenários sugando a pele das ovelhas e fazendo negócio com o povo (2 Pe 2). Muitos homens maléficos estão riquíssimos porque estão enganando o povo com a falsa doutrina da prosperidade.

Paulo também falou sobre o ato de sustentar a obra com dízimos e ofertas.

Que servia:
Para recompensar os que ensinam (mestres) Gal 6:6.
Para sustentar os ministros do evangelho ( I Co 9:13,14)

Onde devemos entregar o dízimo?
Devemos entregar o dízimo e ofertas na casa do Senhor, na igreja em que congregamos, pois no Antigo testamento era entregue na casa do Senhor, nos templos, na casa do tesouro (2 Cr 31: 11,12; Ne 10:38; Ml 3:8).

Hoje a casa do tesouro é a igreja do Deus Vivo, a igreja do Deus vivo que é cheia da graça, misericórdia, e da palavra do Senhor que é um tesouro incomparável.

Nos textos citados fica claro que temos de contribuir para o sustento da obra de Deus. Temos que ser obedientes ao Senhor, pois a sua Palavra permanece para sempre.

O ato de dar o dízimo é para honrar a Deus (Pv 3:9,10) não fazemos isso para aparecer, como na maioria das denominações. As pessoas colocam o nome e o valor do dízimo em um envelope, e elas não sabem que isso é para o "pastor" ter o controle de quem está dando o dízimo. Com isso fazem acepção nas "igrejas", separando cadeiras e dando destaque a quem tem o dízimo mais alto. Não precisamos colocar o nosso nome nos envelopes. Esse ato é para honrar a Deus e não ao homem. O pastor não precisa saber o nome de quem dá e quanto dá, isso é para glória de Deus, é Deus quem vai nos recompensar.

Espero que esse estudo te esclareça, e com o conhecimento da Palavra venhamos tapar a boca daqueles que não tem a revelação do Espírito Santo.

A Ele seja toda honra e glória, para todo sempre, amém!

Confira Também:

Agradar ou Evangelizar

Apascentando ovelha ou entretendo bode? Um mal acontece no arraial professo do Senhor, tão flagrante na sua impudência, que até o menos ...