Translate

domingo, 20 de outubro de 2013

A Figueira




Ainda que a Figueira não Floresça
Hq 3.16-19

Onde está Deus? Onde está o juízo contra o mal? Onde está Deus no mundo confuso e cheio de pecado?

Podemos comparar o universo a um tapete, sendo tecido por Deus. Nós seres humanos só conseguimos ver o avesso--um pouco confuso, às vezes, feio. Mas quando Deus terminar Seu trabalho, será algo maravilhoso.



Certamente todos nós passamos por crises de fé, em que ficamos decepcionados com o próprio Deus. Às vezes a nossa decepção nos leva a questionar e duvidar da bondade, santidade, e soberania de Deus. Observem bem: Deus nunca critica a expressão de dúvidas honestas, especialmente quando são expressas com o intuito de resolvê-las com humildade, esperança e fé (Hq 2:1,20). "O sempre presente "porque" é melhor respondido com o eterno "Quem"! (Ron Blue)

Não devemos viver nossa vida tentando advinhar os propósitos de Deus neste mundo, mas descansando no Seu caráter já provado. Deus É bom. Ele É santo. Ele É justo, e soberano, e Ele mostra Seu amor-fiel. Baseado nisso, podemos viver uma vida de fé e fidelidade. Podemos viver acima das circunstâncias, sem ter todas as respostas, porque Deus é suficiente para nós. Podemos descansar sabendo que Deus acerterá todas as injustiças.

Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide...todavia eu me alegro no Senhor, exulto no Deus da minha salvação (Hq 3.17,18). Certamente, o justo viverá pela fé (Hq 2.4)

Reino de Deus



O Que é e Como se Manifesta o Reino de Deus?

O REINO DE DEUS é a manifestação do poder de Deus aqui na Terra. Jesus disse:

"Mas, se eu expulso os demônios pelo Espírito de Deus, é conseguintemente chegado a vós o Reino de Deus" (Mateus 12.28).

Não é um reino vinculado ao domínio social ou político sobre as nações ou reinos deste mundo, que continuará inimigo de Deus e do seu povo. Somente na plenitude dos tempos é que o Reino de Deus se manifestará com força e com juízo. Os milagres, as curas, a renovação espiritual (novo nascimento) são manifestações do Reino, algumas visíveis, outras invisíveis aos nossos olhos. Somos soldados desse Reino; somos participantes desse Reino. A condição para entrar nesse reino é: "Arrependei-vos e crede no evangelho" (Marcos 1.15). O Reino de Deus está na Terra para destruir as obras do diabo (Lucas 4.18). A máxima evidência de que pertencemos a esse Reino é termos uma vida de justiça, paz, e alegria no Espírito Santo, com o que somos luz do mundo e sal da terra e damos testemunho, como nosso exemplo, das nossa fé no Senhor Jesus, fé obediente. Assim, o Reino de Deus está em nós e nós estamos nele. Mas para entrarmos nesse Reino é preciso um esforço. Precisamos romper com o pecado, com os prazeres mundanos, com as práticas pecaminosas, e exercer pleno domínio sobre os desejos da carne (Mateus 11.12). Os participantes desse Reino possuem uma procuração passada por Jesus, com poderes plenos para, em Seu nome, destruir as obras de Satanás (Marcos 16.17-18).

Arrependimento de Deus



Como Entender o Arrependimento de Deus?

Deus nunca muda de idéia nem se arrepende do que faz?
(Ml 3:6) "Eu, o Senhor, não mudo.
(Nm 23:19) Deus não é homem para que minta, nem filho do homem para que se arrependa.
(1Sm 15:29) Aquele que é a Glória de Israel não mente nem se arrepende; pois não é homem para que se arrependa...".



Volta atrás e se arrepende?
(Êx 32:14) "Então o Senhor se arrependeu do mal que dissera havia de fazer ao seu povo.
(Gn 6:6-7) Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem sobre a terra, e isso lhe pesou no coração (...) pois me arrependo de os haver feito. (Jn 3:10) Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria, e não o fez.
(2Rs 20:1-7) Ezequias adoeceu e o profeta Isaías disse: Assim diz o Senhor: Põe a tua casa em ordem, porque morrerás e não viverás. Ezequias orou ao Senhor e chorou muitíssimo. Então o Senhor fez Isaías voltar e falar para Ezequias que tinha ouvido as orações e o curou"
(Gn 18:23-33) Abraão consegue convencer a Deus que não deveria destruir a cidade de Sodoma se lá encontrasse pelo menos 10 justos. No início todos seriam destruídos, justos e ímpios, mas com a interferência de Abraão, que demonstrou ser um excelente argumentador, o Senhor amoleceu o coração e passou a ser mais condescendente. Dos 50 justos que havia falado anteriormente, se conformou em procurar apenas dez.

RESPOSTA:
De fato, na Sua essência, Deus não muda. Deus perfeitíssimo não poderia melhorar a Sua perfeição ou piorá-la. O que mudam são as circunstâncias. Com o vento soprando em uma única direção o navegador poderá mudar a direção do seu barco, para a esquerda ou para direita, dependendo da posição que toma. Uma casa não muda de lugar, mas podemos dizer que ela está ora à esquerda, ora à direita, dependendo da posição de quem a observa. É grosseira a comparação, mas auxilia na compreensão da natureza de Deus, no caso sob comentário. Em todos os casos sob análise o que mudou não foi Deus, mas as circunstâncias mudaram. Às vezes o arrepender-se de Deus é sinônimo de tristeza, como no caso da criação do homem (Gn 6). Após criar o homem, Deus disse que tudo que tinha feito era muito bom (Gn 1.31). Depois da queda, o homem mudou, as circunstâncias mudaram, e Deus se entristeceu da lastimável situação de sua criatura. Deus é Justiça e Misericórdia. A intercessão de Abraão, no caso da destruição de Sodoma e Gomorra, moveu a misericórdia de Deus. O clamor do rei Ezequias moveu a misericórdia de Deus. O clamor de Moisés moveu a misericórdia de Deus e todos não foram eliminados no caso do bezerro de ouro. A intercessão de Jonas, o arrependimento e jejum dos ninivitas mudaram as circunstâncias, então houve mudança da atitude de Deus com relação àquela cidade (Livro de Jonas). Da mesma forma, hoje acontece a mesma coisa. Todos os homens estão sob condenação eterna, porque todos pecaram e destituídos estão da salvação (Rm 3.23). Todavia, se houver arrependimento e séria intenção de deixar o pecado; se houver fé no Senhor Jesus, na Sua morte e ressurreição, ou seja, mudadas as circunstâncias, muda a atitude de Deus, e o homem será salvo. O princípio é este: mudando as circunstâncias, Deus poderá mudar suas atitudes. Lembremo-nos de que Deus é soberano na Sua vontade. Uma casa é um bem imóvel, mas ela poderá nos abrigar dependendo do lado em que estejamos. Dentro dela é o melhor lugar. A mesma coisa não ocorre se estivermos em cima dela ou do lado direito, esquerdo, na frente ou detrás. Estes esclarecimentos são apenas uma ajuda para quem está em dificuldade de compreender como Deus age em determinadas circunstâncias. A verdade é que nunca iremos compreender plenamente os mistérios de Deus e Sua natureza, mas sabemos que Ele é bom e nos ama, e está sempre pronto a socorrer-nos em nossas dificuldades. Todavia, veja o que Ele diz:

"Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." 2 Cr 7.14

Confira Também:

Obrigado por sua Visita

Agradeço à todas as nações pelo carinho, principalmente aos irmãos dos USA, ao Evangelho Quadrangular, Assémbléias de Deus, Batistas, Pent...